Google+

Inhotim

clicar na foto ou em Inhotim


logo que cheguei
neste paraíso do Brumadinho
te vislumbrei
envolta em bruma
raiada pelo sol que desponta
em contraluz


tua pele sedosamente
perfumada
de essências de mata atlântica
vestida de frescura contagiante


nossas bocas geminadas
os corpos num abraço mordido
respirando essas pazes cantadas
ao som vivo das folhas
lá em cima dançando


com as mãos fazendo amor
desenhamos sonho
na bruma transpirada pairam
ondas gaivotas e horizontes
pintamos nossas fragilidades
voz da força do nosso amor
revisitada a cada beijo


ser alado
de intensas plumas coloridas
pousando em nosso peito
sacia nossa sede
de sabores doces de primavera
mel escorrido de seu bico
alimenta nossa vitalidade


e em cada gota
arco-íris escorrendo
em nossos corpos estafados
arfantes
transpirando a beleza
que nos consola
completa


Inhotim
bruma que me retorna a ti
não é sonho... é Graça
é um sempre querer
em cada estação
te reamar no voltar