Google+

Poeira




Por aqui o chão está seco,
Feito de memórias da vida,
Levadas pelo vento que sopra...
Indiferente!