Google+

Singelo Clamor

só tu sabes dor como és solidão
mácula de alma
nem quando gritas se ouve teu coração
no ferro negro em pele brasa

vida ausente --
Quem és?
passado que se deseja esquecer
do que apenas foste
e o futuro que não sentes
não queres voltar a ser
-- sem presente

quando o sono se faz breve conforto
e o acordar o esgar do horror
de todos os males que são meus
na plenitude de todo o fervor
anseio que sejam nunca teus