Google+

Na Volta

foto:José Marafona. www.josemarafona.com

Vou e na volta
volto de novo
ao sem volta
de mim
preciso de amputar
de mim
meu corpo a metade
de mim
que maltrata a alma
a prisioneira metade
de mim
como fazer as metades
de mim
viver juntas
na volta
para mim

Luar Teu

Lua Cheia @Maria Rego


E à noitinha, é a lua que te traz, suavemente, para lado meu.
Eu sorrio e lhe mando um beijo pela prenda que me deu

Pedido

Sinto-te tão sozinha
Quero galgar o oceano
Para teus olhos inundar
Com um amor de criança

Intimo Desejo

que meu corpo tombe
na terra ressequida
e as hienas rindo
me encontrem
rasguem a carne
se deliciem com as vísceras
quebrem todos os ossos
e que nada mas nada reste...


talvez então sim
no exacto lugar
onde o sangue se verteu
possa quem sabe brotar
uma pequena e delicada flor
eu sou a personificação da fealdade
e só não sou o horror porque te amo